Diga “xis”

Eu sou daquelas que adora um bom clique, mas não muito fã de sair em fotos. Vejo defeito em absolutamente tudo, então, normalmente, estou por trás das lentes. Ano passado, quando estive em Nova York, decidi comprar uma câmera bacana porque a minha digitalzinha (cyber-shot feelings) não dava conta do recado há tempos… O impasse foi: comprar uma profissional, com mil “firulas” ou optar por uma semi, que dá conta do recado e ainda é mais compacta e leve? Fiquei com a segunda e não me arrependo nenhum pouco!

A escolha foi a Canon G12, que tinha acabado de ser lançada. Ela já teve versões anteriores (…G10, G11), mas essa, além de fotografar super bem, faz vídeos em HD. O melhor é que ela tem várias funções ótimas (dá pra colocar lente, acoplar flash, mexer no ISO, etc.), mas pra quem não quiser se aprofundar, o modo automático resolve o problema.

Imagens: Reprodução
Anúncios

Vá de parka!

Eu amo verde militar porque é neutro, básico e, ao mesmo tempo, nada óbvio. Tenho vários itens no meu guarda roupa com a cor. Entre eles, um cardigan e um camisão masculino que eu não tiro nunca!

Outra coisa que eu adoro são peças com bolsos utilitários. Práticos, não?

Então, como eu não iria gostar das parkas? Este casaco é emprestado do vestuário militar e tem um ar bem masculino (claro!). Para contrapor é interessante compor o look com blusas, saias ou vestidos um pouco mais delicados. Ou não… Até porque a moda é super democrática. 🙂

A segunda foto da montagem é um bom exemplo. Alexandra Per escolheu uma camisa florida, que dá a tal leveza e feminilidade.

Como a parka é super versátil, ela se adapta bem a vários estilos. E isso fica nítido nos looks restantes. Na primeira imagem, também da Alexandra, o combo skinny + t-shirt + bolsa baú + bota rasteira + maxi colar só me faz pensar “quero sair assim agora”!

Por fim, Thássia Naves escolheu várias tendencinhas sem ficar over: short desejo da Topshop – cheio de spikes, slipper de oncinha e bolsa box.

Mas alguém aí deseja uma parka pra ontem?

Fotos: Blog da Thassia / Lovely Pepa

Cupcakes Di Francis

Já falei no Twitter e postei fotos no Instagram (ambos @camilabecker. Segue aí!) dos cupcakes da Di Francis… Quem ama doces, como eu, precisa conhecer!

Francis Kowarski é ex-blogueira (volta, Fran!) e trabalha com doces há anos! Tudo que sabe sobre o mundo da culinária aprendeu com sua mãe, a Norma (proprietária da Di Norma, fábrica de sobremesas que está em todo Brasil!).

Atualmente, os sabores de cupcakes disponíveis são: limão, brigadeiro, Marquize (doce de leite e chocolate), crocante, Alaska (brigadeiro meio amargo) e o Penélope (brigadeiro rosa cheio de glitter por cima, uma graça!) e Red Velvet (bolo de cacau vermelho com cream cheese), que é o meu preferido (foto).

Para saber onde ficam as lojas e horários de funcionamento clique aqui.

Beauty News

Depois do sucesso absoluto da linha para cabelos à base de óleo de Argan, a MoroccanOil resolveu se arriscar em produtos para o corpo. Com lançamento programado para abril, a MoroccanOil Body vem com 5 produtos, inicialmente, e promete conquistar as já aficcionadas pelos produtos da marca.

Body Buff: “Feito com esfoliante natural de casca de laranja, Body Buff é suave o suficiente para o uso diário, eliminando as células mortas da pele e transformando instantaneamente a sua pele. Os benefícios adicionais do óleo de argan misturado com vitamina E, abacate, semente de uva, cártamo, gergelim e óleo de amêndoa doce, rejuvenescem sua pele com hidratação intensa.”
Preço sugerido: U$42 (177 ml)

Body Soufleé“Uma fórmula rica em óleo anti-oxidante de Argan e manteiga de karité cremosa, transformando a pele no momento em que toca. Delicadamente perfumada com o aroma que já é característico do Moroccanoil, o Body Soufleé vai deixar sua pele suave, flexível e extremamente hidratada.”
Preço sugerido: U$ 52 (190 ml)

Intense Hydrating Treatment: “Este tratamento altamente concentrado se transforma em um óleo suave conforme você o massagea na pele. Infundido com óleo antioxidante de argan e outros produtos naturais, ele transforma até mesmo a pele mais seca. Este tratamento vai ajudar a nutrir e restaurar a elasticidade, deixando a pele mais macia e visivelmente mais saudável.”
Preço sugerido: U$ 27 (100 ml)

Hand Cream: “Este creme altamente concentrado porém leve, é absorvido instantaneamente sobre as mãos secas. O rico óleo de argan antioxidante, juntamente com as manteigas de cacau, karité e abacate, repara e protege. Suas mãos vão ficar macias, suaves e levemente perfumadas.”
Preço sugerido: U$ 28 (124 ml) e U$ 18 (73 ml)

Cleansing Bar: “Este sabonete de limpeza suave une óleo de argan e manteiga de karité para dar a sua pele uma dose dupla de hidratação e antioxidantes. Com o aroma que já é característico do Moroccanoil, lhe dará uma experiência de aromaterapia diariamente no chuveiro.”
Preço sugerido: U$ 10 (100g)

Descrições do release oficial.

Animadas?

Leituras de verão

Tem poucas coisas melhores do que comprar livros novos, ainda mais sobre assuntos que a gente adora! No fim do ano passado, comprei e ganhei alguns que eu já estava de olho há algum tempo e os li nessas férias (que por sinal acabaram hoje. Oh, God!).

Então, vai aqui um breve resumo sobre cada um:

A Parisiense – o guia de estilo de Inès de La Fressange (Sophie Gachet e Inès de La Fressange): ícone de elegância, a francesa Inès conta o que aprendeu sobre estilo e beleza durante décadas de experiência na indústria da moda. Ela dá conselhos de como se vestir de acordo com o estilo das parisienses. Assuntos como acessórios, peças curingas e beleza são abordados no livro, que ainda inclui endereços da Paris secreta da autora: hotéis, restaurantes, spas, lugares fora do circuito turístico oficial. Dá pra ler A Parisiense em um dia só! É daqueles que você não para até terminar.

O Segredo de Chanel nº 5 – a história íntima do perfume mais famoso do mundo (Tilar J. Mazzeo): A autora foi além para descobrir toda a história da criação do Chanel nº 5 e atrela cada nota do perfume com momentos da vida de Coco Chanel. É inacreditável perceber como cada parte da icônica frangrância tem uma explicação.

Quinta Avenida, 5 da Manhã – Audrey Hepburn, Bonequinha de Luxo e o surgimento da mulher moderna (Sam Wasson): “Se dependesse do escritor Truman Capote, a adaptação para o cinema de seu romance Bonequinha de Luxo seria protagonizado por Marilyn Monroe. A loira, considerada o ideal de beleza à época, foi substituída pela mignon, porém chique, Audrey Hepburn. Detalhes dos bastidores do longa lançado em 1961 são destrinchados no livro. Audrey, eternizada pelo papel, é retratada como uma típica mulher moderna longe das câmeras: sempre em conflito entre a carreira e a dedicação à vida doméstica. A pesquisa do crítico de cinema Sam Wasson também analisa a forma como o filme influenciou o comportamento de toda uma geração de mulheres. Que, como a personagem de Audrey, não queriam ser apenas bonequinhas de luxo” (sinopse oficial). Preciso dizer mais?

É Tudo Tão Simples (Danuza Leão): acho que tá para nascer ser escrita leitura mais gostosa e leve do que essa. É Tudo Tão Simples é como um manual de instruções para a mulher moderna, fashionista e bem educada. Danuza nos mostra o quanto simplificar a vida pode ser interessante. Leitura obrigatória! Quer uma prévia? Clique aqui.